Maria Vermelho




Vermelho é a cor do proibido,  da guerra, do sangue e da vida.
Vermelho é a cor do erotismo, do amor, do cravo e do batom.
Vermelho é a cor da liturgia, dos cardeais e da Scarlett O’Hara.
Vermelho é a cor da argila, do vinho, e da açucena.
Vermelho é a cor do Natal, da joaninha e dos corais.
Vermelho é a cor do ambiente de Henry Matisse e dos móbiles de Alexander Calder.
Vermelho é a cor de Carmem e de Carmina Burana.
Vermelho é cor do signo de escorpião, da agressividade e da coragem.
Vermelho é o reino de Marte, do inferno e da Ferrari.
Vermelho é a cor das cores e  a cor do Tapete Vermelho.

Pratinha da casa


Homenageio todas as mulheres na figura, desta menina (para mim sempre menina) esta mulher admirável, inteligente, culta, charmosa, estudiosa, uma autentica guerreira e minha mestra. A pratinha da casa minha filha Gabriela Gonçalves. Minha filha tenho muito orgulho de você.

Maria Frustração




Maria Frustração

Queria sol, veio chuva.
Arrumou o cabelo, o vento desmanchou.
Colocou salto alto, o salto quebrou na calçada.
Foi ver a banda passar, a banda não passou.
Esperava amizade, recebeu traição.
Ficou na janela para ver seu amor passar, ele desviou o caminho.
Uma jaca que deveria estar na árvore, acertou o para-brisa do seu carro.
Maria voltou para casa despenteada, mancando e arrastando seu coração despedaçado.
Porém ela sabe que tem dia que é lagarta  mas também tem dia que é borboleta, e talvez amanhã seja um dia borboleta  e deve ser melhor, por qualquer outro motivo.

Até fada...


Paciência tem limites! Até com Fada é assim. E quando isso acontece a Fada quebra a varinha no joelho. E o encanto está definitivamente quebrado. E se há uma coisa que não existe é cola para encanto que se quebra.

Atos delicados



Ontem foi a despedida da Dora   babá do meu neto Ravi. Ela por quase 5 anos cuidou com todo carinho e amor do nosso menino e fez parte da nossa família. Agora com 67 anos esta cansada e vai viver uma nova etapa da sua vida. Foi uma festa bonita, um almoço que reuniu a família do Ravi, pais, avós, tios e amigos e a família da Dora, filhos, netos e bisnetos. Parabéns a minha filha Gabriela e ao meu genro Marcelo, pelo carinho e respeito, poucas vezes estas relações  terminam assim.
Eu vou sentir falta Dora das nossas conversas, do seu café, das nossas aventuras juntas. Você agora e parte da nossa história e eterna em nosso coração.

Maria Azul




 Azul é a cor dos poetas.
 Azul é a cor dos sentimentos incolores.
 Azul é a cor da grandeza, das ideias, da distância e da saudade.
 Azul é a cor do divino, do reino de Júpiter e a cor da Virgem Maria.
 Azul é a cor do manto real, do uniformes dos operários  e das fardas dos soldados.
 Azul é a cor das ninfeias de Claude Monet, das madonas e do céu estrelado de  Van Gogh.
 Azul é a cor do entardecer, da primavera e dos miosótis.
 Azul é a cor do infinito, do profundo, da Terra e dos oceanos.
 Azul é a cor do fim de semana, do jeans e do Happy hour.
 E na profundidade, todas as cores se dissolvem no azuuuuuul...