Uma imagens e suas histórias

Está chegando a data do lançamento dos Diários das 4 Estações. Eu, Lunna Guedes, Tatiana Kielberman e Raquel  Stanick, estaremos com nossos amigos no dia 31 de agosto, às 16h, na Biblioteca Alceu de Amoroso Lima, contando as nossas aventuras e  emoções no decorrer deste projeto.
Vou aproveitar os últimos posts para falar do meu “diário”. Por que entre aspas? Porque não é um diário clássico, no sentido da palavra. Fui constantemente indisciplinada e tive como fiel companheira a ficção.
Não tem confissões! Ah, tudo bem, tem algumas: Conto das palavras que eu gosto, e da leitura particular que faço delas. Conto da minha viagem a Veneza. Dos encontros, dos meus gostos, dos meus caminhos. É um livro feito com todo carinho. Criei novas imagens e procurei deixar marcas poéticas dos dias que vivi durante essas últimas quatro estações.

Talvez eu crie asas. É este o título do meu livro. Irreverente, colorido, lúdico, sincero e pode até causar certa surpresa... Por ter asas!Abaixo, umas das páginas.

 Um dia em  Veneza, quando comprei um guarda-chuva vermelho. Está tudo ali, naqueles recortes. As emoções, o clima, os cheiros, os sinos, a água, as surpresas, a companhia, a alegria, a admiração...
 As imagens, assim como as palavras, nos contam história, as minhas e de quem as lê. Porque nenhuma narrativa suscitada por uma imagem é definitiva ou exclusiva.

Assim, convido todos a criar asas e a voar comigo.