Maria Rendeira



"Maria Rendeira se rende a qualquer fio. Vive enrolada em vários ao mesmo tempo. Tece renda, borda vestidos, faz flores de crochê para os cabelos e tem um gatinho chamado Agulha, que dorme na cesta dos novelos de lã. Maria Rendeira, além de bordar e tricotar também gosta de filosofar. Sabe que a vida também é tecida fio a fio, e que o enrosco dos fios são como os desafios da vida, e que no bordado como na vida, às vezes a gente tem afrouxar o fio para poder continuar." MC

com licença de Antoni Gaudi


Salve Antoni Gaudi, arquiteto e artista do estilo Neogótico e da Art Nouveau. Das formas inspirada nas formas da natureza. Dos arcos parabólicos, curvas, ondulações e dos trencadís coloridos. Das colunas em forma de árvore, das estalactites e das formas geométricas. Da salamandra, do côncavo e do convexo, das estrelas, flores, peixes e caranguejos. Salve grande mestre!

Oras Bolas...


Nossa relação com planeta


          Na última encíclica papal, o Papa Francisco diz que o homem tem que instaurar um novo modo de relacionar-se com o planeta.
" O ser humano não é o dono da criação - é apenas o jardineiro. Cabe a ele "cultivar e zelar pelo jardim do mundo". Com o seu trabalho, o homem deve preservar o meio-ambiente, sabendo transmiti-lo integralmente às futuras gerações"

É bom lembrar disso quando abrir a torneira. Com a chegada do inverno, entramos na temporada de seca. 

Inverno...






O inverno chega logo mais às 13.38... Casacos, botas, echarpes, gorrinhos... a cidade fica elegante. Além de fondue, sopa, vinho... o inverno convida ao aconchego a receber amigos e varar a noite conversando, a escrever, a ler e a criar -isso digo por mim - Mas o que deixa o inverno especial em SP são as árvores... Ah que formosura! 
O meu mundo está ficando cor de rosa. Bem em frente a minha mesa vejo - no jardim da praça- duas paineiras se tornando cor de rosa nessa época do ano...inspirador. O jacaranda mimoso vai florir mais para frente, primeiro fica peladinho e mais para o fim do inverno se torna azul-violeta, para receber a primavera. O mesmo acontece com as Tipuanas que se pintam de pequenas flores amarelas em meio a sua grande massa de verde.Além do Ipê-roxo e do Ipê-amarelo, que bordam tapetes nas calçadas com suas delicadas flores.Porém com menos exemplares em SP, o Ipê branco é esplendoroso. Aqui na rua de casa tem um ainda pequeno com caule fininho... todo ano persigo sua florada um deleite para os olhos...Cada estação tem seu encanto... desfrutem! MC



Bom domingo!


Maria Salada...

Os vegetais e os legumes emitem um convite ao olhar demorado e alarga os limites da percepção.Deixando o valor nutritivo e vital de lado os vegetais e legumes possuem uma especie de esplendor lirico - uma encantadora elegância - são mecanismo de ensinar a ver...
Nós temos por eles um olhar displicente - a mesma atenção que damos a música de elevador -rsrsrs - no entanto eles são quase sons entrelaçados de um quarteto de Beethoven...
Muita atenção quando fizer a próxima salada... rsrsrsr 
Coisa de uma mente criativa...rsrsrsrsrsrs






Não deixe para amanhã a água que você pode economizar hoje.



A saúde dos oceanos depende da saúde dos rios, saúde dos rios depende das correntes,a saúde dos pequenos riachos depende da saúde das pequenas nascentes. A água no planeta depende da nossa atitude... Só podemos ter água - que precisamos para viver - se não desprezarmos pequenas atitudes, como se preocupar em não perder um pingo sequer desse liquido preciso.
Pequenas destruições e desprezos somam e finalmente, só serão entendidos quando tarde demais virar uma grande destruição ou uma grande perda... MC

" É tão bom morrer de amor - e continuar vivendo". Mario Quintana

                                       
  

Maria se confunde com as flores para trocar beijos doces com as abelhas


Dia mundial do meio ambiente!



Dizem que Baruch Spinoza filósofo do século XVII foi o primeiro ecologista. Ele dizia que: "Não se separa o homem do não homem". Não separa o homem, dos golfinhos, das correntes marítimas, das joaninhas, das seivas das plantas, do raio de sol, dos gatos, das montanhas, das pedras das flores perfumadas etc.. Não há separação na natureza, quando desequilibramos um pequeno elemento desequilibramos o todo. Na natureza se pode distinguir, mas não separar. Separar é perder é um equivoco humano... Deveríamos pensar nisso todos os dias, porque o todo é sempre muito melhor que tudo! Salve o Dia mundial do meio ambiente...