A doce poesia de Fernando Coelho


Se Maria vai embora?
Como viver sem Maria?
Tenho medo dela ir.
Peguei linha da lua.
Amarrei Maria no horizonte.
Ela não sabe. 
De noite, mando uma estrela contar pra Maria.
E peço pra ela ficar.
Fernando Coelho

Nenhum comentário: