E se todos fossem iguais?



Imaginem se todos fossem iguais? Como nos reconheceríamos? Por uma placa na testa? Ou um QR Code, que pode ser lido por um aparelho celular? Rsrsrs Ai Meu Deus! Que coisa sem graça!

É justamente pela graça que temos que nos reconhecer. Pelo jeito de andar, pelo cabelo sempre despenteado. Por gostar de pular corda, por gostar de fazer cachos nos cabelos e etc... Nós nos reconhecemos e reconhecemos os outros pela diferença. E é pela diferença que o mundo se faz formoso!

https://www.facebook.com/romariadelivros/photos/a.233999826936124.1073741828.233910613611712/254523174883789/?type=3&theater

Nenhum comentário: