Experimente perguntar...


Experimente perguntar a qualquer mãe, de qualquer idade, biológica ou não, como foi o dia do nascimento do filho. Você vai ouvir a mais bela história vivida. Com todos os detalhes minuto a minuto. Uma história, onde os cinco sentidos estão presente com toda força, alternando entre a dor e o amor. Ela só não vai conseguir descrever como é o peso, o volume, a sensação de pegar o filho pela primeira vez nos braços e trazê-lo para perto do coração. Isso não dá para descrever, mas fica gravado para sempre no corpo e na memória de uma mãe e não tem tradução...
Feliz Dia, a todas as mães...

Nenhum comentário: