Pular para o conteúdo principal

Pierrô Apaixonado


Um pierrô apaixonado
Que vivia só cantando
Por causa de uma colombina
Acabou chorando, acabou chorando

A colombina entrou num butiquim
Bebeu, bebeu, saiu assim, assim
Dizendo: pierrô cacete
Vai tomar sorvete com o arlequim

Um grande amor tem sempre um triste fim
Com o pierrô aconteceu assim
Levando esse grande chute
Foi tomar vermute com amendoim

Noel Rosa


Comentários

rossichka disse…
One of my favourite works of yours, Maria! Wonderful costumes, but they can't make these Pierrot-s smile!
ai que saudade dos antigos carnavais.
jeito simples disse…
E a dança continua...
Bjos
i see someone being not happy~
Linda representación, me gusta cada día más tus trabajos, un beso.
Ernesto y Felisa disse…
Precioso trabajo, como siempre.
Felisa
Beijo
Anônimo disse…
Lindo muito bonito , e viva Noel.
milu disse…
Cininha, teu Pierrô apaixonado, me levou pra bem longe....Ah! tempo precioso!!!!Bjs.
Regina disse…
Sua arte me encanta demais!!!!!!!
Bia Jubiart disse…
Te vi hoje na Betty, adoro ser surpreendida com algo novo, foi o que aconteceu quando meus olhos se encontraram com estes recortes, colagem transformando arte em encantamento leve e despretensioso...
Amei! Ganhaste uma visitante permanente...

Um dia relax p/ vc.

Beijooooooooooooooo
Maravilhosos Pierrôs,apaixonados ou não pela Colombina,que os dividiu com Arlequim....beijos cantarolantes.

Postagens mais visitadas deste blog

Contém Maria

Estava indo tudo bem, até eu descobrir que as Marias ficariam encantadoras em caderninhos tipo Moleskine. Ganharam complementos, que extrapolam o tamanho do caderninho. Mas, esta é a intenção, ficar no espaço, ganhar asas e também deixar entrar o que chegar... Mas, e agora como guardar sem estragar, sem amassar? Simples, ganhou uma caixa. E assim, de simples em simples eu complico. Rsrsrs
Muito boa tarde!

7 de janeiro dia do Leitor

Hoje é dia do leitor. E, nós independente dos livros somos leitores da vida, das relações humanas, da natureza. Recentemente desenvolvemos outra forma de leitura, a virtual. Quando ocorre a empatia, a aproximação, mesmo de longe aprendemos a ler o outro, a sentir... Descobrimos importâncias e desimportâncias. Descobrimos afetos, amor, amizade, admiração ou nos descobrimos tendo apenas a função de um acessório. Descobrimos, artimanhas, manobras, inveja, a maldade e a vaidade a toda prova. Em compensação descobrimos pares, e amizades que se materializam no real.Temos uma vida dois, igual a real, na tela do computador, e por isso dia a dia temos que desenvolver mais uma forma de leitura.
Amo esse texto do Mia Couto que fala sobre o leitor. No dia do leitor... Não Sabemos Ler o Mundo
Falamos em ler e pensamos apenas nos livros, nos textos escritos. O senso comum diz que lemos apenas palavras. Mas a ideia de leitura aplica-se a um vasto universo. Nós lemos emoções nos rostos, lemos os sina…

Muito Bom DIa