Pular para o conteúdo principal

Páginas da história

 
Em tempo de casamento real, me lembrei desta colagem. É sobre  o casamento de Charles o príncipe de Gales e de Camilla  Parker, em 09 de Abril de 2005. Meio a rejeição este amor resistiu ao tempo, e a outras circustancia que todos nos conhecemos. Não foi um casamento de sonhos como nos contos de fadas, mas foi uma história de resistência de um amor  que durou e resistiu como o amor de Florentino Ariza por Firmina Daza personagens de "Amor no tempo de cólera" de Garcia Marques.

Uma colagem bem simples, nasce a partir de noticias de jornais. Com poucos, simples e toscos desenhos, recorte da data do acontecimento e algumas poucas palavras, esta simples página vira um livro de história, a disposição de quem quiser contar.

Comentários

✿ chica disse…
E fica o registro...Linda idéia tiveste. beijos,tudo de bom,chica e estás preparando o atual?
jeito simples disse…
" Por ser exato, o amor não cabe em si; por ser encantado o amor revela-se; por ser amor invade e fim"
rossichka disse…
What a whymsical collage! Very sweet! I like the use of words from newspapers.
Clara disse…
Oi moça,

que saudade que eu tava daqui e do seu talento. =)

Adorei a colagem. *-*

Beijosss
O ilustre disse…
É bem verdade... Muito interessante esta sua postagem. BJ
mary disse…
Adorei! Como é bom ter registros do passado para relembrar!
Parabéns pelo blog! Nota 10!
Seu blog é realmente inspirador e encanatador.

Postagens mais visitadas deste blog

7 de janeiro dia do Leitor

Hoje é dia do leitor. E, nós independente dos livros somos leitores da vida, das relações humanas, da natureza. Recentemente desenvolvemos outra forma de leitura, a virtual. Quando ocorre a empatia, a aproximação, mesmo de longe aprendemos a ler o outro, a sentir... Descobrimos importâncias e desimportâncias. Descobrimos afetos, amor, amizade, admiração ou nos descobrimos tendo apenas a função de um acessório. Descobrimos, artimanhas, manobras, inveja, a maldade e a vaidade a toda prova. Em compensação descobrimos pares, e amizades que se materializam no real.Temos uma vida dois, igual a real, na tela do computador, e por isso dia a dia temos que desenvolver mais uma forma de leitura.
Amo esse texto do Mia Couto que fala sobre o leitor. No dia do leitor... Não Sabemos Ler o Mundo
Falamos em ler e pensamos apenas nos livros, nos textos escritos. O senso comum diz que lemos apenas palavras. Mas a ideia de leitura aplica-se a um vasto universo. Nós lemos emoções nos rostos, lemos os sina…

Contém Maria

Estava indo tudo bem, até eu descobrir que as Marias ficariam encantadoras em caderninhos tipo Moleskine. Ganharam complementos, que extrapolam o tamanho do caderninho. Mas, esta é a intenção, ficar no espaço, ganhar asas e também deixar entrar o que chegar... Mas, e agora como guardar sem estragar, sem amassar? Simples, ganhou uma caixa. E assim, de simples em simples eu complico. Rsrsrs
Muito boa tarde!

Muito Bom DIa