Pular para o conteúdo principal

Maria Rendeira


Esta Maria se rende a qualquer fio, vive enrolada em vários ao mesmo tempo.
Tece mantas, borda vestidos, faz flores de crochê para os cabelos.
Tem um gato chamado Agulha, que vive se envolvendo com os seus novelos de lã.
Mas esta Maria também gosta de filosofia e, enquanto borda, pensa que a vida também é tecida fio a fio, que os enroscos dos fios são como os desafios da vida, em que às vezes se tem que esticar ou afrouxar o fio para poder continuar.

Comentários

KINHA disse…
Ola Cininha

Adorei a comparacao.

Uma otima 5º feira
BJoooooooo..............

http://amigadamoda.blogspot.com
Antonio Miranda disse…
Muito bom Cininha, em outras palavras tiramos a casca da cebola, mas as vezes precisamos coloca-la de novo.
Abraços
Batata Roxa disse…
Oi, Cininha,

Linda, como todas as Marias!
Que Carinha mais Marota!
Beijinhos
Maria Cininha,
Olá! Sua Maria Rendeira se enrosca em fios e pensamentos.

Verdade.Os enroscos dos fios são realmente desafios da vida. Felizmente, quando erramos o ponto, podemos desmanchá-lo e recomeçar um novo ponto.

E assim, vamos tocando a vida.

Adorei as florezinhas de crochê!
LINDAS DEMAIS!
Parabéns!
bjs
Cristina Sá do blog:
http://cristinasaliteraturainfantil
e juvenil.blogspot.com
Regina disse…
Ah, estou apaixonada por essa Maria crocheteira e por seu gato chamado Agulha. Que linda, uma de minhas prediletas.
ps.: obrigada por sua presença sempre tão carinhosa em meu blog.
O ilustre disse…
Que bela ideia! Adoro a sua Maria rendeira!!!
se parece a mi cuando tomo mi canasto y me siento a tejer, solo me falta la flores en el pelo, voy a tomarlo en cuenta. un besito lindo fin de semana
Rosane Castilhos disse…
Rendeira que só ela,
essa Maria é tão bela.
Com seu gato agulha
tece seu trabalho,
que muito lhe orgulha!!
Sua Maria de tão linda que até me inspirou.
Adorei também as palavras, a vida é mesmo assim ora a gente se estica, ora se afrouxa!
Beijinhos e obrigada pelo carinho lá no Trésors!
Margarida disse…
Olá Maria Cininha! Vim agradecer tamanha simpatia, mas vim dizer também que já tenho viajado por aqui e ficado enternecida com os teus trabalhos cheios de beleza e poesia. E o nome é tão bonito. Cheio de ternura. E esta Maria Rendeira não lhe fica atrás. Muitos beijinhos e boas criações!
Márcia Basílio disse…
Maria Cininha,
Simplesmente amei a Maria Rendeira. Você é muito boa no que faz, parabéns!!!
Bjs e um lindo e inspirador fim de semana,
Caca Zimmer disse…
Maria Cininha,

uma amiga de que mora no sul do Brasil me falou do seu trabalho. Simplesmente me apaixonei. Adorei esta rendeira. Simplesmente maravilhosa. Ainda mais que moro em Florianópolis - SC (BR), onde a tradição das rendeiras, bilro e crivo, são manifestações culturais típicas. Amei tudo aqui.

Bjs no seu coração.

Caca Zimmer
jeito simples disse…
Minha querida Fada!!!
Quanta saudade de você e sua Marias.
Esta é linda como todas e como eu gostaria de conhecê-la. Tecendo a arte e a vida ao lado de uma agulha peluda!!!
bJOS E UPAS PRA VOCÊ!!!
\o/
Gi Guerreiro disse…
Uaauu...que tudo!! Amei a arte em si e a arte nas palavras.
Tudo muito lindo por aqui!!
Bj
Parabéns!!

Postagens mais visitadas deste blog

7 de janeiro dia do Leitor

Hoje é dia do leitor. E, nós independente dos livros somos leitores da vida, das relações humanas, da natureza. Recentemente desenvolvemos outra forma de leitura, a virtual. Quando ocorre a empatia, a aproximação, mesmo de longe aprendemos a ler o outro, a sentir... Descobrimos importâncias e desimportâncias. Descobrimos afetos, amor, amizade, admiração ou nos descobrimos tendo apenas a função de um acessório. Descobrimos, artimanhas, manobras, inveja, a maldade e a vaidade a toda prova. Em compensação descobrimos pares, e amizades que se materializam no real.Temos uma vida dois, igual a real, na tela do computador, e por isso dia a dia temos que desenvolver mais uma forma de leitura.
Amo esse texto do Mia Couto que fala sobre o leitor. No dia do leitor... Não Sabemos Ler o Mundo
Falamos em ler e pensamos apenas nos livros, nos textos escritos. O senso comum diz que lemos apenas palavras. Mas a ideia de leitura aplica-se a um vasto universo. Nós lemos emoções nos rostos, lemos os sina…

Contém Maria

Estava indo tudo bem, até eu descobrir que as Marias ficariam encantadoras em caderninhos tipo Moleskine. Ganharam complementos, que extrapolam o tamanho do caderninho. Mas, esta é a intenção, ficar no espaço, ganhar asas e também deixar entrar o que chegar... Mas, e agora como guardar sem estragar, sem amassar? Simples, ganhou uma caixa. E assim, de simples em simples eu complico. Rsrsrs
Muito boa tarde!

Muito Bom DIa