Pular para o conteúdo principal

A louca da casa

Quem primeiro se referiu a ela como "A louca da casa" foi Santa Tereza de Jesus. Existe um livro que tem este mesmo nome de autoria da Rosa Monteiro, uma autora que adoro e leio tudo que ela publica. Na música Guilherme Arantes se refere a ela em um lindo trecho de música:

Você verá que é mesmo assim
Que a história não tem fim
Continua sempre que você
Responde "sim"
A sua imaginação
A arte de sorrir
Cada vez que o mundo
diz não...

É isso mesmo a nossa imaginação, esta louca algumas vezes encantadora por vezes assombrosa que mora no andar de cima da nossa casa.
Para mim  a imaginação são duas grandes asas brancas, que me levam por outros “eus” e “outros mundos” e que  permite que brote flores na minha cabeça.




Comentários

✿ chica disse…
Que lindo e que bom que existe essa imaginação que pode nos levar a voar... um beijo,tudo de bom,chica
KINHA disse…
Olá Cininha


Tudo bem amiga? Por aqui, vejo que tudo continua lindo!
Sei que estou em fala com vc, mas tirei um tempo para descançar.

Bjooooooooo................
www.amigadamoda1.com
Myrian disse…
Maria Cininha,
Todas nós temos uma "louca" morando no segundo andar.
A minha, ultimamente, anda em crise.
Beijos.
Ou, que lindo!!! magnífico! este trabalho ficou demais!!
Amo essa música do G. Arantes. Aliás, amo todas dele.

Um beijo, querida!!!
jeito simples disse…
Graças a Deus temos esta "cobertura" ajardinada a nos fazer sonhar e viajar em nosso tapete mágico!
;)
Adorei a expressão: a louca da casa.A minha vive planejando e realizando loucuras..viva!Beijos felizes.
Eliete disse…
esta louca todos a querem.bjs
Regina disse…
Como Maria Neusa também adorei a expressão "a louca da casa". Acho que graças a ela o mundo continua a rodar.
Menina no Sotão disse…
Não sabia que essa música era do Guilherme Arantes. hehehehe
Mas a imaginação não mora, ela reside, viu? Toma conta, se apodera. No meu caso, é um caso de loucura explicita. rs

bacio

Postagens mais visitadas deste blog

Contém Maria

Estava indo tudo bem, até eu descobrir que as Marias ficariam encantadoras em caderninhos tipo Moleskine. Ganharam complementos, que extrapolam o tamanho do caderninho. Mas, esta é a intenção, ficar no espaço, ganhar asas e também deixar entrar o que chegar... Mas, e agora como guardar sem estragar, sem amassar? Simples, ganhou uma caixa. E assim, de simples em simples eu complico. Rsrsrs
Muito boa tarde!

7 de janeiro dia do Leitor

Hoje é dia do leitor. E, nós independente dos livros somos leitores da vida, das relações humanas, da natureza. Recentemente desenvolvemos outra forma de leitura, a virtual. Quando ocorre a empatia, a aproximação, mesmo de longe aprendemos a ler o outro, a sentir... Descobrimos importâncias e desimportâncias. Descobrimos afetos, amor, amizade, admiração ou nos descobrimos tendo apenas a função de um acessório. Descobrimos, artimanhas, manobras, inveja, a maldade e a vaidade a toda prova. Em compensação descobrimos pares, e amizades que se materializam no real.Temos uma vida dois, igual a real, na tela do computador, e por isso dia a dia temos que desenvolver mais uma forma de leitura.
Amo esse texto do Mia Couto que fala sobre o leitor. No dia do leitor... Não Sabemos Ler o Mundo
Falamos em ler e pensamos apenas nos livros, nos textos escritos. O senso comum diz que lemos apenas palavras. Mas a ideia de leitura aplica-se a um vasto universo. Nós lemos emoções nos rostos, lemos os sina…

Muito Bom DIa