Pular para o conteúdo principal

Lua minguante


A lua mingua no céu,
entre a moldura da janela.
Hora do chá.

Comentários

Que lindo, deu até vontade de tomar um chá! Bjos
Anita disse…
Como sempre... lindos os seus trabalhos, amei, bjs.
rossichka disse…
What a nice mood! How nice it would be if HE sat next to her to drink their coffee together!...:-)
Silvana disse…
oi, cininha!
qdo dá estou por aqui pra te visitar.
q bom q apareci hoje.
vamos tomar um chazinho?
tenha uma excelente semana.
bjos.
Adorei!!! Boa Páscoa!!!
jeito simples disse…
Fada querida...
Minguante pode ser a lua, porém crescente o teu encanto. Linda Maria Luar!
;)
Ilaine disse…
Amiga querida!
Obrigada por postar imagens minhas.
Como faço para vê-las?

Eu adoro as tuas Marias!
Admiro atua criatividade - sem limites!

Beijo no coração
KINHA disse…
Olá Cininha

Vim fazer uma visitinha a esta amiga do coração. Existem aqui na blogolândia, pessoas que nos cativam mais que outras e vc está entre estas.

BJ00000000..............
www.amigadamoda1.com
ONG ALERTA disse…
Encanto...
Feliz Páscoa beijo Lisette.
Myrian disse…
Um haicai sensível, uma Maria pensativa.
Todos os dois lindos!
Beijos.
Regina disse…
É impressão minha, ou sua arte está vivendo uma nova fase?
Até com haikai você nos brinda :)

Postagens mais visitadas deste blog

Contém Maria

Estava indo tudo bem, até eu descobrir que as Marias ficariam encantadoras em caderninhos tipo Moleskine. Ganharam complementos, que extrapolam o tamanho do caderninho. Mas, esta é a intenção, ficar no espaço, ganhar asas e também deixar entrar o que chegar... Mas, e agora como guardar sem estragar, sem amassar? Simples, ganhou uma caixa. E assim, de simples em simples eu complico. Rsrsrs
Muito boa tarde!

7 de janeiro dia do Leitor

Hoje é dia do leitor. E, nós independente dos livros somos leitores da vida, das relações humanas, da natureza. Recentemente desenvolvemos outra forma de leitura, a virtual. Quando ocorre a empatia, a aproximação, mesmo de longe aprendemos a ler o outro, a sentir... Descobrimos importâncias e desimportâncias. Descobrimos afetos, amor, amizade, admiração ou nos descobrimos tendo apenas a função de um acessório. Descobrimos, artimanhas, manobras, inveja, a maldade e a vaidade a toda prova. Em compensação descobrimos pares, e amizades que se materializam no real.Temos uma vida dois, igual a real, na tela do computador, e por isso dia a dia temos que desenvolver mais uma forma de leitura.
Amo esse texto do Mia Couto que fala sobre o leitor. No dia do leitor... Não Sabemos Ler o Mundo
Falamos em ler e pensamos apenas nos livros, nos textos escritos. O senso comum diz que lemos apenas palavras. Mas a ideia de leitura aplica-se a um vasto universo. Nós lemos emoções nos rostos, lemos os sina…

Muito Bom DIa