Pular para o conteúdo principal

O Trabalho em nossas vidas


Um homem se humilha
Se castram seu sonho
Seu sonho é sua vida
E vida é trabalho...

E sem o seu trabalho
O homem não tem honra
E sem a sua honra
Se morre, se mata...

Não dá prá ser feliz
Não dá prá ser feliz...

Do querido e inesquecível Gonzaguinha

Comentários

KINHA disse…
Olá Cininha

Bom dia amiga. Como sempre a Maria fantasiada de trabalho...lindo!!!

BJ0000000000..................
www.amigadamoda1.com
Eliete disse…
Esta música e muito linda.Bjs
✿ chica disse…
Muito lindo!!beijos,ótimo resto de feriado!chica
Betty Gaeta disse…
Oi Cininha,
Homenagem linda ao Dia do Trabalho. Já fiquei desempregada na vida... é algo muito deprimente.
Beijos 1000 e um feriado maravilhoso para vc.

SORTEIO “Chá do Chapeleiro Maluco”
http://www.gosto-disto.com/2012/04/sorteio-cha-do-chapeleiro-maluco.html


Beijos 1000 e um feriado maravilhoso para vc.

SORTEIO “Chá do Chapeleiro Maluco”
http://www.gosto-disto.com/2012/04/sorteio-cha-do-chapeleiro-maluco.html
Que mimo!!!!
bjs
Cimara
http://divinachitabr.blogspot.com.br/2012/04/sorteio-dia-das-maes.html
Regina disse…
Essa Maria eu já conheco, esses versos também, e juntos criaram um momento inesquecível.
Mariacininha: belo texto,belíssima colagem.E salve , para sempre, o grande Gonzaguinha.Beijos tietes.

Postagens mais visitadas deste blog

Contém Maria

Estava indo tudo bem, até eu descobrir que as Marias ficariam encantadoras em caderninhos tipo Moleskine. Ganharam complementos, que extrapolam o tamanho do caderninho. Mas, esta é a intenção, ficar no espaço, ganhar asas e também deixar entrar o que chegar... Mas, e agora como guardar sem estragar, sem amassar? Simples, ganhou uma caixa. E assim, de simples em simples eu complico. Rsrsrs
Muito boa tarde!

7 de janeiro dia do Leitor

Hoje é dia do leitor. E, nós independente dos livros somos leitores da vida, das relações humanas, da natureza. Recentemente desenvolvemos outra forma de leitura, a virtual. Quando ocorre a empatia, a aproximação, mesmo de longe aprendemos a ler o outro, a sentir... Descobrimos importâncias e desimportâncias. Descobrimos afetos, amor, amizade, admiração ou nos descobrimos tendo apenas a função de um acessório. Descobrimos, artimanhas, manobras, inveja, a maldade e a vaidade a toda prova. Em compensação descobrimos pares, e amizades que se materializam no real.Temos uma vida dois, igual a real, na tela do computador, e por isso dia a dia temos que desenvolver mais uma forma de leitura.
Amo esse texto do Mia Couto que fala sobre o leitor. No dia do leitor... Não Sabemos Ler o Mundo
Falamos em ler e pensamos apenas nos livros, nos textos escritos. O senso comum diz que lemos apenas palavras. Mas a ideia de leitura aplica-se a um vasto universo. Nós lemos emoções nos rostos, lemos os sina…

Muito Bom DIa