Pular para o conteúdo principal

Maria Amiga


Foi na Casas das Rosas na Avenida Paulista, que conheci está Maria. Só poderia ser lá: São Paulo, história, rosas, tarde agradável, cafezinho,  poesia. Foi neste mesmo encontro  que ouvi  dela o maior elogio que poderia receber: “Mariacininha você se parece com seu desenho” nunca ninguém me fez um elogio tão grandioso. Foi amizade à primeira vista.
Esta Maria com “um jeito de quem nada quer”, parece que está sempre em outro planeta. Andar despretensioso, sóbria, simples, mas quando alguém de quem ela gosta se aproxima, logo nasce um doce sorriso. Disfarça, mas coloca emoção em tudo que faz, tem senso de humor, é criativa, brincalhona, e quando nem tudo dá certo, quer arrancar os cabelos.  Recomendo sair de perto.
Está sempre indo, não para. Anda sempre acompanhada de sua mochila, e quem tem olhos para poesia pode ver que dentro desta mochila tem; um castelo, uma lagrima de sereia, um livro querido, receitas de magias, folhas de árvore, corações cintilantes, sonhos contidos e sonhos inaugurados. Ah! de vez em quando carrega uma lua crescente nas mãos, mas só de vez em quando.
Assim é está Maria Amiga, uma amiga e Maria de carne e osso. Junto com seu aniversário comemoro também os dois anos do nascimento da Série Marias.
Que bom ter tantos motivos para comemorar.
Parabéns Francy's!

Comentários

Lu Guedes disse…
Adorei o post carissima... Suas palavras foram deliciosas no sentido de interpretar a nossa "criaturinha das trevas". rs

bacio
Tina Bau Couto disse…
Parabéns para Francy´s, para a amizade, para o além das aparências, pela Maria, linda de lua na mão pela homenagem feita com o coração :)
2edoissao5 disse…
um belo presente para uma bela pessoa!
Que presente mais encantador que
a Francys ganhou!!!!
Linda demais a * Maria Amiga*!
Adorei conhecer um pouco mais da
nossa aniversariante por ela!
Uma alegria estar comemorando aqui
com vocês!
Felicidades hoje e sempre Francys
querida!

Abraço cheio de carinho para você
da Eliana
Ai, que Maria mais linda com a mochilinha nas costas....E com todo seu jeitinho de Francys-Maria.

Maria Cininha, ficou linda sua homenagem à nossa querida amiguinha Francys, e tudo o que você faz.

Beijos e sorrisos, com carinho
Letícia Alves disse…
É o retrato fiel da Francys.

Lindo texto e linda Maria.

Beijos!
francy´s disse…
Bom o que falar depois de todas estas palavras e Marias(ganhei duas)lindas, não tenho nada a dizer a não ser estas:

"Meus amigos são todos assim: metade loucura, outra metade santidade. Escolho-os não pela pele, mas pela pupila, que tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. Escolho meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta. Não quero só o ombro ou o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto. Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade. Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos. Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça. Não quero amigos adultos, nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice. Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto, e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu sou, pois vendo-os loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que a normalidade é uma ilusão imbecil e estéril"

Fernando Pessoa.

Fico por demais agradecida por todos os carinhos recebidos e deixo um grande abraço na alma de todos.

PS. queria ter feito este comentário as 23:59, mas, sei que neste horário estarei dormindo kkk.

beijos Maria Cininha e mais uma vez agradeço a sua presença sempre.
Francy´s.
Mariacininha disse…
Francy's tudo porque você é uma pessoa especial e querida. Adorei o seu agradecimento, que luxo de amiga.

Postagens mais visitadas deste blog

Contém Maria

Estava indo tudo bem, até eu descobrir que as Marias ficariam encantadoras em caderninhos tipo Moleskine. Ganharam complementos, que extrapolam o tamanho do caderninho. Mas, esta é a intenção, ficar no espaço, ganhar asas e também deixar entrar o que chegar... Mas, e agora como guardar sem estragar, sem amassar? Simples, ganhou uma caixa. E assim, de simples em simples eu complico. Rsrsrs
Muito boa tarde!

7 de janeiro dia do Leitor

Hoje é dia do leitor. E, nós independente dos livros somos leitores da vida, das relações humanas, da natureza. Recentemente desenvolvemos outra forma de leitura, a virtual. Quando ocorre a empatia, a aproximação, mesmo de longe aprendemos a ler o outro, a sentir... Descobrimos importâncias e desimportâncias. Descobrimos afetos, amor, amizade, admiração ou nos descobrimos tendo apenas a função de um acessório. Descobrimos, artimanhas, manobras, inveja, a maldade e a vaidade a toda prova. Em compensação descobrimos pares, e amizades que se materializam no real.Temos uma vida dois, igual a real, na tela do computador, e por isso dia a dia temos que desenvolver mais uma forma de leitura.
Amo esse texto do Mia Couto que fala sobre o leitor. No dia do leitor... Não Sabemos Ler o Mundo
Falamos em ler e pensamos apenas nos livros, nos textos escritos. O senso comum diz que lemos apenas palavras. Mas a ideia de leitura aplica-se a um vasto universo. Nós lemos emoções nos rostos, lemos os sina…

Muito Bom DIa