Pular para o conteúdo principal

Maria Regador


Ontem esta Maria foi passear no centro da cidade onde ela nasceu. Fazia muito tempo que não fazia isso. E olha que as coisas não melhoraram nada por lá. Calçadas quebradas, sujas,  muito lixo pelo chão. Lixeiras? Quando têm, quebradas.  Mau cheiro, os prédios deteriorados, alguns ainda deixam transparecer a bela arquitetura de outrora, o que reforçou o sentimento de tristeza de ver sua cidade ao abandono. Maria lamentou o pobre poder publico que tem está cidade.

Para piorar a temperatura alta completamente fora de hora, uma baixíssima unidade do ar e por consequente os poucos jardins e praças completamente secos. O verde deu lugar aos tons Siena e marrom. Poucas azaleias resistiram e ainda oferecem suas flores de final de uma florada sofrida pela falta de água.
Pela cidade de vez em quando um vento mais forte e quente levantava  poeira e derrubava no chão os totens dos vários candidatos a vereador e prefeito. Com todo gosto do mundo Maria pisou na cara de cada um deles. Lógico que foi só um gesto simbólico do desprezo desta Maria pelos políticos, mas foi quase o maior prazer do passeio.
De resto Maria voltou para casa com uma vontade imensa de ter duas asas poderosas e um enorme regador para regar todas as praças e jardins.

Comentários

Cores de Anas disse…
Um relato real, porém muiiiito triste!!!!Ah... se todos nós pudessmos ter asas e voar como a Maria, quem sabe não poderíamos tornar nossas cidades mais belas.
Mais uma vez apaixonei, pela belíssima criação.
Bjinhos
Maria Teresa
rossichka disse…
I suppose this lovely angel is sprinkling good thoughts and intentions.:) I like to draw and cut angels. I've posted some of them and have a few on/around my desk...
fados do lar disse…
A Maria Regador tem um ar inspirador! :)
Tina Bau Couto disse…
Ainda que sem asas (e com, pois creio que temos por dentro), e sem regador (e campos regamos com palavras, ações, sementinhas de td tipo), que façamos a nossa parte, como formiguinhas, que não acham sua contribuição pouca, creem no muito, semeiam, ajudam e fazem acontecer.
Façamos acontecer, sejamos Marias e Joãos, regando e semeando flores, ascendendo e mantendo acessas luzes, escrevendo, lendo, vendo, despertando poesias nas praças, ruas, lares e em td canto.
Como sempre linda a ilustração :)
Unknown disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse…
Bom dia Mariacininha!Uma mensagem forte e real!Maria guerreira. Derrubando barreiras através de suas asas. Por uma cidade digna de todo cidadão. Bjs. Célia
Betty Gaeta disse…
Oi Cininha,
Acho que a Maria Regador andou visitando Bauru! Vc descreveu minha cidade (infelizmente).
Mas a Maria é linda, como sempre.
Tenha uma ótima semana!
xoxo

Gosto disto!
Myrian disse…
Maria tem bom coração!
Preocupada com a vegetação que anda sofrendo com a falta de chuva.
Beijos.

Postagens mais visitadas deste blog

7 de janeiro dia do Leitor

Hoje é dia do leitor. E, nós independente dos livros somos leitores da vida, das relações humanas, da natureza. Recentemente desenvolvemos outra forma de leitura, a virtual. Quando ocorre a empatia, a aproximação, mesmo de longe aprendemos a ler o outro, a sentir... Descobrimos importâncias e desimportâncias. Descobrimos afetos, amor, amizade, admiração ou nos descobrimos tendo apenas a função de um acessório. Descobrimos, artimanhas, manobras, inveja, a maldade e a vaidade a toda prova. Em compensação descobrimos pares, e amizades que se materializam no real.Temos uma vida dois, igual a real, na tela do computador, e por isso dia a dia temos que desenvolver mais uma forma de leitura.
Amo esse texto do Mia Couto que fala sobre o leitor. No dia do leitor... Não Sabemos Ler o Mundo
Falamos em ler e pensamos apenas nos livros, nos textos escritos. O senso comum diz que lemos apenas palavras. Mas a ideia de leitura aplica-se a um vasto universo. Nós lemos emoções nos rostos, lemos os sina…

Contém Maria

Estava indo tudo bem, até eu descobrir que as Marias ficariam encantadoras em caderninhos tipo Moleskine. Ganharam complementos, que extrapolam o tamanho do caderninho. Mas, esta é a intenção, ficar no espaço, ganhar asas e também deixar entrar o que chegar... Mas, e agora como guardar sem estragar, sem amassar? Simples, ganhou uma caixa. E assim, de simples em simples eu complico. Rsrsrs
Muito boa tarde!

Muito Bom DIa