Pular para o conteúdo principal

Até fada...


Paciência tem limites! Até com Fada é assim. E quando isso acontece a Fada quebra a varinha no joelho. E o encanto está definitivamente quebrado. E se há uma coisa que não existe é cola para encanto que se quebra.

Comentários

KINHA disse…
Olá Cininha

O que aconteceu, amiga?
Percebi que hoje vc está irada.

AMIGA da MODA by Kinha
Ciao carissima! Sò as fadas podem ver a primavera duas vezes! Daqui a pouco isto vai acontecer!!!!!!!!!! Rosana
Ciao carissima! Sò as fadas podem ver a primavera duas vezes! Daqui a pouco isto vai acontecer!!!!!!!!!! Rosana
Rosana Remor disse…
Mas é assim..na vida a gente cai ,levanta, quebra a varinha, arrepia o cabelo, fica resfriada...mas nada melhor do que o tempo...vai passar fadinha!!bjs!!
Margarete Aguiar disse…
Mariacininha, esse seu desabafo me lembrou o belo texto "Menina Quebrada" da escritora/jornalista Eliane Brum, na Revista época: http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/eliane-brum/noticia/2013/01/menina-quebrada.html
Beijos!
Margarete Aguiar disse…
Aqui, uma parte do texto: " Viver... é rearranjar nossos cacos e dar sentido aos nossos pedaços, os novos e os velhos, já que não existe a possibilidade de colar o que foi quebrado e continuar como era antes. E isso é mais difícil do que aprender a andar e a falar. Isso é mais difícil do que qualquer uma das grandes aventuras contadas em livros e filmes."

Postagens mais visitadas deste blog

Contém Maria

Estava indo tudo bem, até eu descobrir que as Marias ficariam encantadoras em caderninhos tipo Moleskine. Ganharam complementos, que extrapolam o tamanho do caderninho. Mas, esta é a intenção, ficar no espaço, ganhar asas e também deixar entrar o que chegar... Mas, e agora como guardar sem estragar, sem amassar? Simples, ganhou uma caixa. E assim, de simples em simples eu complico. Rsrsrs
Muito boa tarde!

7 de janeiro dia do Leitor

Hoje é dia do leitor. E, nós independente dos livros somos leitores da vida, das relações humanas, da natureza. Recentemente desenvolvemos outra forma de leitura, a virtual. Quando ocorre a empatia, a aproximação, mesmo de longe aprendemos a ler o outro, a sentir... Descobrimos importâncias e desimportâncias. Descobrimos afetos, amor, amizade, admiração ou nos descobrimos tendo apenas a função de um acessório. Descobrimos, artimanhas, manobras, inveja, a maldade e a vaidade a toda prova. Em compensação descobrimos pares, e amizades que se materializam no real.Temos uma vida dois, igual a real, na tela do computador, e por isso dia a dia temos que desenvolver mais uma forma de leitura.
Amo esse texto do Mia Couto que fala sobre o leitor. No dia do leitor... Não Sabemos Ler o Mundo
Falamos em ler e pensamos apenas nos livros, nos textos escritos. O senso comum diz que lemos apenas palavras. Mas a ideia de leitura aplica-se a um vasto universo. Nós lemos emoções nos rostos, lemos os sina…

Muito Bom DIa