Pular para o conteúdo principal

A escrita do segredo



A escrita do segredo

“Entre as lembranças que cada um de nós traz consigo, algumas  há que só contamos aos amigos. Outras, nem aos amigos revelaríamos, mas apenas a nós mesmos e ainda assim em segredo. Finalmente, há outras coisas que o homem tem medo de contar a si mesmo, e cada homem honesto conversa bom número dessas lembranças guardadas em sua mente”   Fiador Dostoievski


O diário  o autor  está sozinho em frente a uma tela de computador ou a uma folha de papel  onde ele escreve e pode contar segredos. Estes   segredos  poderiam  ser  temporários onde o autor de uma maneira ou outra quer que seja publico ou que alguém saiba, não naquele momento, mas quando não estiver mais aqui.

Um dos mais famosos diários é o  de Francesca personagem (que foi real) do filme As Pontes de Madison, que revela em um diário o seu romance de quatro dias com um fotografo da National Geografic. Seu diário foi deixado em um baú para que seus filhos conhecessem   a sua história de amor e suas frágeis  características.  Naquele momento  de revelação do segredo, o leitor, se transforma quase em um cúmplice.


Faço parte do Projeto “ I Diário das Quatro Estações” juntamente com minhas amigas autoras Lunna Guedes, Raquel Stanick e Tatiana Kielberman.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

7 de janeiro dia do Leitor

Hoje é dia do leitor. E, nós independente dos livros somos leitores da vida, das relações humanas, da natureza. Recentemente desenvolvemos outra forma de leitura, a virtual. Quando ocorre a empatia, a aproximação, mesmo de longe aprendemos a ler o outro, a sentir... Descobrimos importâncias e desimportâncias. Descobrimos afetos, amor, amizade, admiração ou nos descobrimos tendo apenas a função de um acessório. Descobrimos, artimanhas, manobras, inveja, a maldade e a vaidade a toda prova. Em compensação descobrimos pares, e amizades que se materializam no real.Temos uma vida dois, igual a real, na tela do computador, e por isso dia a dia temos que desenvolver mais uma forma de leitura.
Amo esse texto do Mia Couto que fala sobre o leitor. No dia do leitor... Não Sabemos Ler o Mundo
Falamos em ler e pensamos apenas nos livros, nos textos escritos. O senso comum diz que lemos apenas palavras. Mas a ideia de leitura aplica-se a um vasto universo. Nós lemos emoções nos rostos, lemos os sina…

Contém Maria

Estava indo tudo bem, até eu descobrir que as Marias ficariam encantadoras em caderninhos tipo Moleskine. Ganharam complementos, que extrapolam o tamanho do caderninho. Mas, esta é a intenção, ficar no espaço, ganhar asas e também deixar entrar o que chegar... Mas, e agora como guardar sem estragar, sem amassar? Simples, ganhou uma caixa. E assim, de simples em simples eu complico. Rsrsrs
Muito boa tarde!

Muito Bom DIa