Pular para o conteúdo principal

Maria Pantone Laranja

Maria Pantone Laranja

Laranja é a cor do exótico, da laranja e do peito do sabiá.
Laranja é a cor da versatilidade, do lúdico e do peixinho dourado.
Laranja é a cor da raposa, das listras dos tigres e  da salsicha.
Laranja é a cor da cenoura, da tangerina e dos cabelos de Van Gogh.
Laranja é a cor do desfrute, do deleite e da Fanta.
Laranja é a cor da capuchinha, do damasco e da abóbora.
Laranja é a cor do lazer, do açafrão e do Reino de Dionísio.
Laranja é a cor da fantasia, da ostentação  e da originalidade.
Laranja é a cor do bote salva vida, das boias e da transformação.
Laranja é a cor  do calor, do Buda e do Dalai-Lama.
Laranja é a cor do protestantismo, da Holanda e minha cor favorita.
Laranja é a cor do mamão, do leão, e das tarde de outono.
Laranja é a cor da coralina, da criatividade e das flores do Flamboaiã.
Laranja é a cor do caqui, das flores da Espatódea e da “Dança” de Henri Matisse.

MariaCininha


Comentários

rossichka disse…
I don't know, but maybe because of the colour this Maria makes me smile! I like the way she's carrying the carrot and the movement of her dress. Does she have a rabbit?:)))
Lindo, poético,simples,singelo,bjs

Postagens mais visitadas deste blog

Contém Maria

Estava indo tudo bem, até eu descobrir que as Marias ficariam encantadoras em caderninhos tipo Moleskine. Ganharam complementos, que extrapolam o tamanho do caderninho. Mas, esta é a intenção, ficar no espaço, ganhar asas e também deixar entrar o que chegar... Mas, e agora como guardar sem estragar, sem amassar? Simples, ganhou uma caixa. E assim, de simples em simples eu complico. Rsrsrs
Muito boa tarde!

7 de janeiro dia do Leitor

Hoje é dia do leitor. E, nós independente dos livros somos leitores da vida, das relações humanas, da natureza. Recentemente desenvolvemos outra forma de leitura, a virtual. Quando ocorre a empatia, a aproximação, mesmo de longe aprendemos a ler o outro, a sentir... Descobrimos importâncias e desimportâncias. Descobrimos afetos, amor, amizade, admiração ou nos descobrimos tendo apenas a função de um acessório. Descobrimos, artimanhas, manobras, inveja, a maldade e a vaidade a toda prova. Em compensação descobrimos pares, e amizades que se materializam no real.Temos uma vida dois, igual a real, na tela do computador, e por isso dia a dia temos que desenvolver mais uma forma de leitura.
Amo esse texto do Mia Couto que fala sobre o leitor. No dia do leitor... Não Sabemos Ler o Mundo
Falamos em ler e pensamos apenas nos livros, nos textos escritos. O senso comum diz que lemos apenas palavras. Mas a ideia de leitura aplica-se a um vasto universo. Nós lemos emoções nos rostos, lemos os sina…

Muito Bom DIa