Pular para o conteúdo principal

Testando


Às vezes para desanuviar, outras vezes por curiosidade e porque tudo pode ser interessante, me aventuro nos softwares de design gráfico. Formas, padrões, texturas e cores. Espaço, equilíbrio tudo pode ser trabalhado. Claro que há uma diferença técnica e manual, entre a tesoura e mouse, mas mais que isso há a diferença do olhar. Difícil, principalmente porque ainda não passei do conhecimento de 25 por centos de todas as ferramentas e recursos disponível nesses programas. Mas é assim mesmo, o que não se pode fazer é passar correndo pelas experiências e circunstancias com as quais podemos aprender.
Acho que por causa da data, carnaval o resultado foi bastante colorido, acho que testando as cores e as cores me testando, acho que cheguei bem perto do acorde cromático da Alegria.

Muito Bom Dia!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

7 de janeiro dia do Leitor

Hoje é dia do leitor. E, nós independente dos livros somos leitores da vida, das relações humanas, da natureza. Recentemente desenvolvemos outra forma de leitura, a virtual. Quando ocorre a empatia, a aproximação, mesmo de longe aprendemos a ler o outro, a sentir... Descobrimos importâncias e desimportâncias. Descobrimos afetos, amor, amizade, admiração ou nos descobrimos tendo apenas a função de um acessório. Descobrimos, artimanhas, manobras, inveja, a maldade e a vaidade a toda prova. Em compensação descobrimos pares, e amizades que se materializam no real.Temos uma vida dois, igual a real, na tela do computador, e por isso dia a dia temos que desenvolver mais uma forma de leitura.
Amo esse texto do Mia Couto que fala sobre o leitor. No dia do leitor... Não Sabemos Ler o Mundo
Falamos em ler e pensamos apenas nos livros, nos textos escritos. O senso comum diz que lemos apenas palavras. Mas a ideia de leitura aplica-se a um vasto universo. Nós lemos emoções nos rostos, lemos os sina…

Contém Maria

Estava indo tudo bem, até eu descobrir que as Marias ficariam encantadoras em caderninhos tipo Moleskine. Ganharam complementos, que extrapolam o tamanho do caderninho. Mas, esta é a intenção, ficar no espaço, ganhar asas e também deixar entrar o que chegar... Mas, e agora como guardar sem estragar, sem amassar? Simples, ganhou uma caixa. E assim, de simples em simples eu complico. Rsrsrs
Muito boa tarde!

Muito Bom DIa