Pular para o conteúdo principal

Lá detrás daquele morro tem um pé de manacá...



 Uma boniteza e  formosura os manacás aqui na cidade de São Paulo. Desde as grandes árvores adultas até os bens pequeninos recém-plantados estão floridos. Acho que até os insensíveis, não passam, por eles, sem olhar. Uma árvore tipicamente nacional, suas flores desabrocham brancas, adquirem uma tonalidade rosa na meia idade e, posteriormente assumem a cor violeta. Em alguns pontos da Serra do Mar, a presença do manacá chega a dominar o ambiente.  A Rodovia do Imigrantes e a Anchieta ficam cor de rosa. O Manacá é plantado pelo vento e em terrenos devastados, eles são sempre os primeiros a ressurgir. Talvez isso expliquei, porque estão dominando a cidade.  Dá até pra panha todas as “fro” do pé de manacá, pra faze uma coroa para se enfeitá...


“Lá detrás daquele morro tem um pé de manacá
Nós vamo casá e vamo pra lá

Cê quer? Cê quer?
Eu quero te levar, eu quero te agradar
Eu quero me casar e te levar pra lá
Cê vai? Cê vai?”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

7 de janeiro dia do Leitor

Hoje é dia do leitor. E, nós independente dos livros somos leitores da vida, das relações humanas, da natureza. Recentemente desenvolvemos outra forma de leitura, a virtual. Quando ocorre a empatia, a aproximação, mesmo de longe aprendemos a ler o outro, a sentir... Descobrimos importâncias e desimportâncias. Descobrimos afetos, amor, amizade, admiração ou nos descobrimos tendo apenas a função de um acessório. Descobrimos, artimanhas, manobras, inveja, a maldade e a vaidade a toda prova. Em compensação descobrimos pares, e amizades que se materializam no real.Temos uma vida dois, igual a real, na tela do computador, e por isso dia a dia temos que desenvolver mais uma forma de leitura.
Amo esse texto do Mia Couto que fala sobre o leitor. No dia do leitor... Não Sabemos Ler o Mundo
Falamos em ler e pensamos apenas nos livros, nos textos escritos. O senso comum diz que lemos apenas palavras. Mas a ideia de leitura aplica-se a um vasto universo. Nós lemos emoções nos rostos, lemos os sina…

Contém Maria

Estava indo tudo bem, até eu descobrir que as Marias ficariam encantadoras em caderninhos tipo Moleskine. Ganharam complementos, que extrapolam o tamanho do caderninho. Mas, esta é a intenção, ficar no espaço, ganhar asas e também deixar entrar o que chegar... Mas, e agora como guardar sem estragar, sem amassar? Simples, ganhou uma caixa. E assim, de simples em simples eu complico. Rsrsrs
Muito boa tarde!

Muito Bom DIa